A Autarquia  
 Inf Económico-financeira
 Recursos Humanos
 Pessoal/concursos
 2018
 Programa de Regularização...
 O Concelho  
 Eventos  
 Eventos passados
 Turismo  
Enviar a um(a) amigo(a)Enviar por e-mail      ImprimirImprimir

TDT - Canais Nacionais de Acesso Livre



Processo de migração da rede TDT


A partir do próximo dia 1 de setembro, terá início o processo de migração da rede TDT, que abrange a área dos concelhos da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra - CIM RC, no qual se inclui Góis, este processo inicia com a ressintonia do emissor do Espinhal, no concelho de Penela e será concluído no dia 17 de setembro, com a ressintonia dos emissores de Arganil, Alvoco das Várzeas e Piódão.

Após os trabalhos de ressintonia, terá que se proceder à sintonia dos recetores, pois as emissões de televisão passaram a efetuar-se numa nova frequência e é essa frequência que terá de ser sintonizada nos recetores.

Chama-se a atenção, contudo, que a população que possui as suas antenas de receção orientadas para o emissor da Lousã que emite no canal 46, nomeadamente a residente nos concelhos de Góis, Lousã e Vila Nova de Poiares, não será afetada por este processo, pois este emissor não irá alterar a sua frequência de emissão.

O novo calendário de ressintonia dos emissores que afetam os concelhos da CIM RC é o seguinte:


Local

Canal_Atual

Canal_Futuro

Data_Migracao

Espinhal

56

35 44

01-09-2020

Logo Deus - Coimbra

56

37 44

02-09-2020

Coimbra Centro

56

35 44

03-09-2020

Tocha

56

37 44

03-09-2020

Penedo da Saudade

56

37 44

04-09-2020

Mealhada

56

37 44

04-09-2020

Boa Viagem 2

56

35 44

04-09-2020

Ceira

56

35 44

07-09-2020

Penacova

56

37 44

08-09-2020

Coimbra Observatório

56

35 44

09-09-2020

Pampilhosa da Serra

56

35 44

15-09-2020

Machialinho

56

35 44

16-09-2020

Barroca Grande

56

35 44

16-09-2020

Arganil

56

35 44

17-09-2020

Alvoco das Várzeas

56

35 44

17-09-2020

Piódão

56

35 44

17-09-2020


Para ajudar a população neste processo, a ANACOM criou uma linha telefónica de apoio gratuita (800 102 002), que funciona todos os dias entre 9h e as 22h, para dar informação e ajudar a fazer a sintonia dos televisores à distância.

Para qualquer dúvida ou explicação relacionada com este processo a ANACOM tem no seu sítio na internet o folheto em formato digital (https://online.fliphtml5.com/rchw/haqd/) e um vídeo que explica todo o processo (https://www.youtube.com/embed/9fESWKW1tig?rel=0&autoplay=1).



20-03-2020

O processo de migração da rede de TDT está suspenso devido aos constrangimentos associados ao COVID-19. A suspensão do processo decorre da prévia articulação entre a ANACOM e a MEO, operador da rede de TDT, e mereceu a necessária concordância do Governo.


Na sequência desta decisão, os emissores que iriam ser alterados a partir de dia 16 de março de 2020 já não mudam de frequência na data prevista. O processo será retomado assim que as condições associadas à pandemia o permitam. Nessa altura voltaremos ao vosso contacto.


Esta decisão justifica-se por um conjunto de dificuldades referidas pela MEO, devido ao impacto das medidas de proteção civil e de saúde pública adotadas ou a adotar, em face das recomendações da Direção Geral de Saúde para o COVID-19. Neste contexto, a empresa refere ainda o recurso a equipas técnicas de fornecedores estrangeiros.


No que respeita ao apoio ao utilizador de TDT, assegurado diretamente pela ANACOM através da linha de atendimento gratuita e das equipas técnicas de proximidade que estavam no terreno para apoio às populações, também importava avaliar o impacto das medidas de contingência no seu normal funcionamento. Releve-se que a deslocação destas equipas às residências da população já estava a ser feita com todas as precauções para prevenção de contaminação, mas ainda assim estavam sujeitas a uma probabilidade de contágio cada vez mais elevada, podendo contribuir inclusivamente para a disseminação do vírus.


Em face dos vários riscos e da elevada incerteza sobre a concretização do processo de migração nos termos planeados, a sua suspensão imediata afigura-se prudente.





Informação sobre a ressintonia dos emissores TDT | PDF





TDT - Televisão Digital Terrestre - Canais Nacionais de Acesso Livre


Desde a transição da televisão analógica para a televisão digital terrestre (TDT), em 2012, a população passou a aceder aos canais nacionais de acesso livre exclusivamente através do sinal digital. Deste modo a receção dos canais livres passou exclusivamente para o serviço digital terrestre (TDT) ou por satélite (DTH).

Neste contexto, alguns locais que inicialmente estavam identificados como dispondo de cobertura TDT por meios terrestres e passaram a estar identificados como zonas de cobertura complementar DTH, têm direito a serem reembolsados do custo de aquisição de equipamentos TDT por meio terrestre, devido a estes não serem compatíveis com a cobertura complementar DTH, de acordo com os locais identificados na página http://tdt.telecom.pt/alteracoes_cobertura/

Os utilizadores que residam em zonas de cobertura complementar via satélite necessitam de adquirir um Kit DTH para assegurar a receção do serviço, podendo beneficiar de uma comparticipação que procura garantir a equiparação de custos entre quem reside numa zona com cobertura terrestre TDT e quem reside numa zona com cobertura por satélite DTH. Essa comparticipação é assegurada pela MEO, resultante da decisão da ANACOM de 7 de Abril de 2011, e vigora até 2023.

Finalmente, foi imposto à MEO que, quando opte pela instalação de uma nova estação emissora para proceder ao reforço da cobertura terrestre TDT, além de manter atualizada na página da TDT na Internet (http://tdt.telecom.pt/) a informação relativa ao emissor que melhor assegura a cobertura do local, informe os utilizadores potencialmente afetados pela alteração, devendo assumir integralmente os encargos adicionais em que estes venham a incorrer, nomeadamente com a reorientação das antenas exteriores de receção.

Para mais informações sobre a cobertura, comparticipação do Kit DTH ou outras informações, consulte o site http://tdt.telecom.pt ou contacte o serviço de informática do Município de Góis.